Riqueza, Fama ou a Verdade?

Se você pensa que ganhar muito dinheiro, ter uma aparência perfeita e ser admirado por muitas pessoas pode trazer felicidade, é melhor pensar novamente. Uma pesquisa recente da Universidade de Rochester demonstra que o progresso na busca destes valores pode tornar uma pessoa menos feliz.

O filósofo norte-americano Henry David Thoreau uma vez disse: Ao invés de amor, dinheiro e fama, dê-me a verdade. Pois no momento a verdade para tais pesquisadores é que as pessoas são levadas a perseguir riqueza, beleza e fama como forma de alcançar a felicidade, mas quanto mais se aproximam destes valores, mais se tornam infelizes.

A pesquisa confirma aquilo que já era esperado. Quanto mais nos esforçamos na direção de uma meta, maiores são as chances de alcançá-la. No entanto, ela mostra ao mesmo tempo que nem todas as metas que alcançamos são saudáveis, especialmente aquelas relacionadas com o sucesso material e a aparência física.

Quem busca riqueza, beleza ou fama, tem mais chance de alcançá-las. Mas assim que consegue, passa a experimentar um maior número de emoções negativas, tais como a vergonha e a raiva, ou mesmo sintomas físicos, como a ansiedade, dores de cabeça e fadiga. Já quem tem como metas o desenvolvimento pessoal, a saúde física, a vida em comunidade e o bem-estar alheio experimenta sensações agradáveis de auto-estima e pertencimento, além de poucos sinais físicos de estresse.

Anúncios